segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Plantas para dormir como um "anjo"



No que diz respeito ao sono, mais vale a qualidade que a quantidade, e por isso, apresentamos quatro plantas que o ajudarão a relaxar e a tirar mais partido do seu descanso.
Em determinadas alturas do ano, o stress, o nervosismo e as preocupações podem chegar ao ponto de nos fazerem sentir extremamente cansados, levando a que não consigamos descansar o suficiente ou recuperar forças.

E para recarregar baterias, é imprescindível dormir bem durante a noite, mas também conseguir um ambiente agradável no trabalho e em casa. Apresentamos-lhe então as plantas que podem ser uma grande ajuda para relaxar à noite, assim como os aromas naturais adequados para ambientar os locais onde passa mais tempo.

Tília, relaxante
Trata-se de uma árvore de dimensões consideráveis, de folhas caducas, presente na Europa, especialmente na zona mediterrânica. Utilizam-se as flores e o alburno (parte da casca que resta após se ter eliminado a camada exterior).

Contém
As flores e as folhas contêm óleo essencial (farnesol, geraniol, eugenol, linalol), flavonóides, ácidos fenil-carboxílicos, proantocianidinas, taninos e mucílagos, enquanto que o alburno é rico em mucílagos, taninos e polifenóis.

Toma-se em…
Infusões (flores e folhas). Preparam-se acrescentando uma colher de sopa da planta por cada chávena de água a ferver e deixando repousar durante cinco minutos. Recomenda-se tomar entre uma a três infusões por dia.

Banhos relaxantes, que se preparam deitando meio litro de infusão concentrada (quatro colheres de sopa por meio litro de água a ferver) na água do banho.

Ajuda a…
Relaxar, graças ao seu óleo essencial e aos flavonoides, que têm uma acção calmante para o nosso organismo, ao actuar sobre os receptores cerebrais que estão relacionados com o processo do sono.
O alburno utiliza-se também em forma de infusão para aliviar dores de cabeça.

Valeriana, para dormir melhor
É uma planta herbácea de grandes dimensões, que habita os bosques húmidos, prados e margens dos rios da Europa. Utiliza-se a sua raiz, que se colhe no princípio do Outono.

Contém
A raiz contém ésteres iridóides (valepotriatos), óleo essencial e traços de alcalóides (valerianina).

Toma-se em…
Extracto, acrescentando 20-30 gotas diluídas num copo de água, entre uma a três vezes ao dia. A última toma deve fazer-se uma hora antes do deitar. Cápsulas de cerca de 720 gramas. Recomenda-se tomar uma ampola três vezes ao dia, entre as refeições. A última ampola do dia deve ser tomada uma hora antes do deitar.

Comprimidos de cerca de 530 mg - Tomam-se dois comprimidos, três ou quatro vezes por dia, entre as refeições.

Infusão - Recomenda-se tomar entre uma a três infusões, preparadas com uma colher de sopa da planta por copo de água a ferver, e tomar a última uma hora antes de deitar.

Ajuda a…
Aliviar estados de insónia de origem nervosa, sem provocar sonolência durante as actividades diárias, graças à acção dos valepotriatos (valtrato, isovaltrato e acevaltrato), combinados com os alcalóides (valerina) e o óleo essencial.

Reduzir a sensação de ansiedade em alturas de maior stress ou em situações que provocam um grande nervosismo.

Erva-cidreira, contra a insónia
É uma planta herbácea, que chega a alcançar um metro de altura. Cultiva-se em jardins, mas é facilmente encontrada no seu estado selvagem, em zonas húmidas e sombrias. Utilizam-se as folhas e as extremidades dos caules.

Contém
Flavonóides derivados da luteolina e do quercetol, óleo essencial (citronelol, linalol e geraniol), ácidos fenil-carboxílicos e triterpenóides.

Toma-se em…
Infusão - Recomenda-se tomar entre uma a três infusões por dia, preparadas com uma colher de sopa da planta por copo de água a ferver, deixando a repousar durante alguns minutos.
As suas folhas frescas podem ser utilizadas para preparar saladas.

Ajuda a…
Conciliar o sono, porque actua como tranquilizante em caso de insónia, palpitações e quando se sentem dores de componente nervosa, de dentes, de cabeça ou náuseas. Alguns estudos parecem indicar que a erva-cidreira também poderá ser uma ajuda para as pessoas que sofrem de doença de Alzheimer, porque melhora as suas capacidades cognitivas e alivia eventuais estados de nervosismo.

Passiflora, para descansar verdadeiramente
Autóctone do Peru, a passiflora é uma trepadeira que produz flores muito bonitas, que podem ser utilizadas, assim como as folhas.

Contém
Alcalóides indólicos (harmanol, harmina e harmol), flavonóides (leteolol, isovitexina e isoorientina), maltol e fitoesteróis.

Toma-se em…
Extractos - Tomam-se 20-30 gotas diluídas num copo de água, entre uma a três vezes ao dia. A última toma deve fazer-se uma hora antes de deitar.

Cápsulas de cerca de 730 gramas - Recomenda-se tomar entre uma a três por dia, preferencialmente antes das refeições.

Comprimidos de cerca de 360 mg - Tomam-se dois comprimidos três vezes ao dia, entre as refeições.

Infusão - Recomenda-se tomar 1-3 infusões, preparadas com uma colher de sopa da planta por cada copo de água a ferver, devendo a última toma ser feita uma hora antes de deitar.

Ajuda a…
Conciliar o sono em situações de excessiva excitação nervosa, pois ajuda a relaxar o sistema nervoso, e além disso os seus flavonóides têm um notável efeito sedativo. Desta forma, consegue-se desfrutar de um sono reparador e tranquilo, praticamente igual ao sono fisiológico (sono natural, não induzido por fármacos).

Ambiente de tranquilidade
Uma habitação silenciosa, com uma iluminação suave e uma temperatura adequada é essencial para ter um sono verdadeiramente reparador, mas podemos conseguir um ambiente ainda mais tranquilo e relaxante, aproveitando os benefícios de alguns aromas naturais:

Lavanda:
o seu óleo essencial ajuda a relaxar os nervos em situações de stress ou ansiedade. Experimente deitar cerca de dez gotas de óleo essencial na água em que lava os lençóis ou deitar algumas gotas numa almofada ou ainda num recipiente e deixá-los no quarto onde dorme.

Flor de laranjeira:
o seu óleo essencial ajuda a relaxar a mente, sem chegar a provocar sonolência, sendo ideal para ambientar a casa ou o local de trabalho, especialmente em alturas de stress ou maior actividade.

A melhor forma de utilizar este óleo é acrescentando-o à água num queimador de incensos ou colocando algumas gotas em pequenas almofadas e deixá-las em locais estratégicos onde se espera que circule um pouco de ar (em locais de passagem, por exemplo).

Alecrim e tomilho:
estes óleos essenciais contribuem para tornar mais relaxantes os ambientes que aromatizam. Deite algumas gotas numa almofada ou num queimador de incensos, com água.

Crianças mais descansadas
Não se recomenda dar às crianças infusões relaxantes nas mesmas concentrações das consumidas pelos adultos, uma vez que o seu organismo é mais sensível a muitos dos princípios activos destas plantas.

Também se deve ter em conta que as crianças não estão submetidas ao mesmo stress e ansiedade que os adultos, e que são, por natureza, mais agitados e inquietos.

Assim, se pretende escolher uma infusão rela-xante para os seus filhos, opte por uma especialmente indicada, uma mistura elaborada com plantas de acção relaxante ligeira, como a erva-cidreira e a flor de laranjeira, e com concentrações mais baixas de plantas de acção relaxante mais intensa, como a passionária.

Além disso, estas infusões devem combinar-se com plantas de acção digestiva (erva-luísa, camomila e anis verde), porque em muitos casos, os problemas de intranquilidade e insónia das crianças devem-se a pequenos problemas digestivos.

Por Guadalupe Jiménez (bióloga)
Fonte 
Sapo Saude


Arquivo

Marcadores

2012 (1) 3D (1) açafrão (1) ácido fítico (1) ácido graxo essencial (1) acrilamida (1) açúcar (1) aditivos (1) agave (2) agrotóxicos (1) Água (2) Aids (1) ALA (1) algas (6) alimentos funcionais (1) Aloé vera (1) André Abujamra (1) animal (1) anti-inflamatório (1) antibióticos (1) antigamente (1) aspirina (1) Atanor (1) atrazina (2) Auricularia polytricha (4) Bactéria ácido-lactica (1) bactérias (1) bebé (1) benefícios (1) BIOENERGIABIOELETRÔNICA (1) Biofótons (2) Black Fungus (1) Blending Foods (1) borragem (1) Brian Clement (1) butirato (1) Calories (1) cancer (2) câncer de pulmão (1) Cancro (4) cancro mama (4) Cannabis (2) Capsaicina (1) características (1) carbohydrates (1) Cardo Mariano (1) caril (1) carne (1) cenoura (1) cereais integrais (1) chá (1) Chia (2) Coca-Cola (1) colesterol (2) Colorpuntura (1) Coltan (1) comunicação (1) Consciousness (2) conspiração (1) crucíferas (1) Cura das Frutas (1) cúrcuma (1) curcumina (1) curry (1) DHA (1) Diabo na Cruz (1) Dieta Mediterrânica (1) Doença de Gaucher (1) doenças (1) Dr. Herbert M. Shelton (1) dr. mercola (1) drinking water (1) EM-4 (1) EM-5 (2) environment (3) enzimas (1) EPA (1) epilepsia (1) Esogetic Colorpuncture (1) Espiritualidade (1) estanóis (1) estrogen (1) estrógeno (1) etiquetas (1) farmaceutica (1) fermentação (1) fermentados (1) FESTIVAL DAS LARANJAS (1) filtração por membrana (2) fish (1) Fit for Lif (1) fitatos (3) Flora Intestinal (1) fluor (1) Fluoride (1) Fogo (1) food (1) food combining (1) funcionais (1) Gabriel Cousens (2) geleia real (1) germinação (1) Germinados (1) Germinando Sementes (1) glicidamina (1) Gorduras (1) Grains (1) grávida (1) gravidez (1) Gripe Suina (1) gripe suína (1) H1N1 (1) HAAs (1) Harvey Diamond (1) haxixe (1) Hidrocolonterapia (1) higiene (1) HORTELÃ (1) humor (1) infantil (1) ingestão (1) iodo (2) iogurte (1) isotiocianatos (1) kefir (1) kirlian (2) koumiss (1) lactose (1) Laser Biológico (1) leite (1) linhaça (1) lúcia lima (1) maçã (1) Macka B (1) Maconha (1) Madeira (1) maranto (1) marijuana (1) Meat (3) mel (1) METAIS TÓXICOS (1) Metal (1) Michael Beckwith (1) microalgas (1) microfiltração (1) Microflora (1) microrganismos (1) milho verde (1) Milk Thistle (1) minas Aromáticas Heterocíclicas (1) monsanto (3) Notícias (1) nutricionais (1) nutricionista (1) obesidade mórbida (1) Oestrogen (1) OGM (1) ômega 3 (2) oms (1) Orégano (1) Orégão (1) Pectina (1) Pesquisas Científicas (1) Phytoestrogen (1) Pimenta (2) Plant Estrogens (1) plantas (1) plantas medicinais (1) polen (1) poluição (1) polution (1) Pranav Mistry (1) pré-bióticos (1) probióticos (1) profiláticos (1) Progesterone (2) propolis (1) pure water (1) quinoa (1) quinua (1) Raw Food (2) repolho (1) ritos tibetanos (1) Rotulagem Alimentar (1) rótulos (1) Saúde (1) Saúde intestinal (1) Sementes (1) sida (1) simbióticos (1) soja (3) Solo (1) soy (1) steróis (1) stevia (1) sustentabilidade (1) Syngenta (1) taninos (2) Tecnologia (1) tília (1) Tom ReganLibertação Animal (1) Tony Samara (1) transgenicos (1) Transgénicos (1) tratamento (1) ultrafiltração (1) Urine Therapy (1) vegan (1) Vegetarianismo (1) verdura (1) Viagem Virtual (1) Video (1) Vitamins (1) w3 (1) water (1) XP Matrix (1)

Estatisticas

Acerca de mim

A minha fotografia

Luis Guerreiro
* Integrando a equipe de preparação dos vários Detoxes de Tony Samara - Portugal - 2009
* Consultor de Alimentação Viva do Spa Natural Alma Verde - Foz do Iguaçu-PR - Junho, Julho 2008.
* Apresentação de pratos vivos - 23º Congresso Internacional de Educação Física - FIEP 2008 - Foz do Iguaçu/PR
* Consultor e Árbitro da FDAP - Federação de Desportos Aquáticos do Paraná - Novembro de 2007 a Maio 2008 - Foz do Iguaçu-PR
* Criação do Instituto IDEIAS - Foz do Iguaçu - Outubro de 2007.
* Palestras de educação Nutriconal e Administração dos Serviços de Alimentação. - IPEC. Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado. Pirenópolis. Goiás.
Aula introdutória sobre alimentação e Nutrição para participantes do curso de Ecovilas e administração junto a uma equipe, dos serviços de alimentação fornecidos durante os sete dias de curso. Início: Outubro de 2007.
* Curso de Alimentação Viva- Restaurante Girassol - Ros Ellis Moraes (nutricionista) e Jacqueline Stefânia (nutricionista) - Agosto de 2007 - Brasilia-DF
* Palestras de educação Nutriconal e Administração dos Serviços de Alimentação.
IPEC - Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado. Pirenópolis. Goiás.
Actuação: Aula introdutória sobre alimentação e Nutrição para participantes do curso do SEBRAE e administração junto a uma equipe, dos serviços de alimentação fornecidos durante os sete dias de curso - Agosto de 2007. Com Jacqueline Stefânia (nutricionista)
* Administração dos Serviços de Alimentação.
IPEC - Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado. Pirenópolis. Goiás.
Atuação: Curso Bioconstruindo - administração junto a uma equipe, dos serviços de alimentação fornecidos durante os dias de curso.
BIOCONSTRUINDO - Julho 2007 - Com Jacqueline Stefânia (nutricionista)
* Palestra sobre Alimentação Viva - Maçonaria - Julho 2007 - Belo Horizonte-MG - Com Jacqueline Stefânia (nutricionista)
* Oficina de Alimentação Viva "Nutriviva" com a Nutricionista Jacqueline Stefânia Pereira e a professora de Hatha Yoga, Ana Virgínia de Azevedo e Souza - Junho 2007 - Belo Horizonte -MG
Ver o meu perfil completo

Seguidores